Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007
ASSEMBLEIA DE FREGUESIA

Na próxima sexta-feira, dia 28, pelas nove e meia da noite dê um saltinho à sede da Junta de Freguesia de Caldelas, participando na sessão pública.

 

Entre outros pontos será debatido e votado o plano e orçamento para o ano que vem.

 

Participe. Vai ver que não custa nada e ganha alguma coisa.

 

 



publicado por org. pcp-taipas às 15:29
link do post | comentar | favorito

Domingo, 23 de Dezembro de 2007
BOAS FESTAS

O PCP/TAIPAS deseja a todos cidadãos e especialmente aos visitantes deste Blog, umas Boas Festas.

Nesta quadra festiva em que o convívio, os valores da Amizade, solidariedade e Fraternidade assumem uma especial relevância, a Festa da Fraternidade – um extraordinário exemplo de convívio fraterno – serve como fundo para a apresentação de Boas Festas que preparamos.

  

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO (com som):

 



publicado por org. pcp-taipas às 11:15
link do post | comentar | favorito

Sábado, 22 de Dezembro de 2007
XVIII Congresso do Partido Comunista Português

O Comité Central do Partido, na sua reunião do passado fim-de-semana, tomou a decisão de, no âmbito das suas competências, marcar para os dias 29 e 30 de Novembro e 1 de Dezembro de 2008, o XVIII Congresso do PCP.
Trata-se de uma decisão que coloca ao colectivo partidário uma tarefa de primordial importância no decorrer do próximo ano. O Congresso é, como sabemos, o órgão supremo do Partido, ao qual compete, nomeadamente, estabelecer a linha política do Partido e tomar todas as deliberações que entenda necessárias respeitantes à vida do Partido, à sua orientação e organização. O Congresso elege, também, o Comité Central, o qual, por sua vez, elege, de entre os seus membros, os seus organismos executivos e o secretário-geral do Partido.

...

Temos, então, no ano que aí vem, a magna tarefa de construir o XVIII Congresso do Partido. Mas, como sempre sublinhamos nestas ocasiões, o Partido não encerra para Congresso – com isso querendo dizer que a luta vai continuar em todas as frentes e que na vanguarda dessa luta estarão, ocupando o seu posto, os militantes comunistas.
 

Editorial do Avante! de 20-12-2007. Ler editorial completo aqui



publicado por org. pcp-taipas às 23:41
link do post | comentar | favorito

Domingo, 16 de Dezembro de 2007
O canal esquecido

Como é sabido, a TV distribuída por cabo integra uma diversidade de canais em número e qualidade vária, sendo o lote menos interessante o que está destinado aos telespectadores que escolheram pagar o mínimo possível. Ainda assim, é neste elenco de base, digamos assim, que se inclui o canal específico da Assembleia da República. Não é preciso dispor de números rigorosos, se é que os há, para adivinhar que se trata de um canal de audiência mínima, frequentado por raros. E não espanta que seja assim: em terra onde os media dominantes passam o tempo e o espaço a denegrir globalmente «os políticos», os bons e os maus, os uns e os outros, é natural que os cidadãos não se sintam seduzidos pela perspectiva de sintonizarem um canal onde eles, «os políticos», estão em permanência, preferindo naturalmente seguir mais um concurso ou uma das novelas que constituem o forte da actual oferta televisiva. E, contudo, é grande pena que seja assim. Não que o canal da Assembleia da República seja excelente, que não o é, mas sim porque cumpre com eficácia bastante o que poderia ser designado pelos seus serviços mínimos. Talvez até se possa arriscar uma espécie de palpite: sendo as coisas o que são e sendo o canal gerido como é, mais valerá talvez que se atenha aos tais serviços mínimos em vez de se arriscar em cavalarias altas, passe a expressão, sobre terrenos difíceis e de escassa confiança. O canal da AR permite-nos acompanhar as sessões do Plenário, o trabalho em comissões, mais algumas coisas ainda, e o acesso que nos permite bem justifica o hábito de visitas regulares por parte dos telespectadores/cidadãos. Porque ali, em São Bento são falados, discutidos, bem ou mal resolvidos, muitos problemas que estão no próprio cerne do nosso quotidiano. Bem se sabe que o Parlamento não é o País, que cá fora há gente que sofre, povo que protesta, vozes que explicam, mas nem por isso deixa de ser de primeiríssima importância para a nossa informação e lucidez sabermos o que por lá se diz e acontece. De onde a vantagem de visitar o canal da AR, infelizmente só acessível por cabo.

Uma provável surpresa

Mas há mais uma coisa. Só naquele canal é possível assistir às intervenções dos deputados comunistas, aparentemente desprovidas de «interesse jornalístico» bastante para que excertos delas sejam passados nos canais generalistas. Só sintonizando o AR podemos partilhar o que para muitos será inesperado: as imagens e o som de uma bancada comunista em que a maioria dos deputados são de uma juventude surpreendente, desmentido factual à lenda venenosa segundo a qual os comunistas são um punhado de velhotes obsoletos e o comunismo uma velharia sem remédio. Naquele canal podemos ver e ouvir como os jovens deputados comunistas dominam as matérias abordadas, argumentam com sólidas razões, desenvolvem um trabalho precioso e intenso que os media calam. Porque eles, os grandes media, são em larga medida controlados pelos que têm medo do comunismo, dos comunistas em geral e talvez especialmente dos comunistas jovens. Como aqueles deputados. Vendo-os e ouvindo-os, entende-se ainda mais claramente a importância de que se revestiu a substituição de alguns deputados excelentes e verdadeiramente inesquecíveis como Odete Santos ou Abílio Fernandes por parlamentares de uma nova geração. Também se percebe melhor o que representou a obstrução a que alguma renovação se fizesse. O que aquele canal esquecido de quase todos afinal nos revela é que o futuro do PCP também está ali, naquela bancada, seguro e muitas vezes fulgurante. Nenhum outro canal nos dá esta notícia, bem pelo contrário. Também lá estão, naturalmente, as outras bancadas, os outros partidos, os outros deputados. Mas envelhecidos, gastos, sem credibilidade, a repetirem as suas velhas cassetes. Tanto e de tal modo que, em confronto com qualquer dos jovens deputados comunistas, o supostamente «sempre jovem» Paulo Portas faz figura de um velhote de chinó que colecciona fotocópias.

Correia da Fonseca, in: jornal Avante!



publicado por org. pcp-taipas às 01:43
link do post | comentar | favorito

   INTERVENCOES & COMUNICADOS

   FRATERNIDADE

 

  

   PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS

   DORBRAGA

   JORNAL AVANTE

   O MILITANTE

   EDICÕES AVANTE

   RÁDIO COMUNIC

 

  

  
pesquisar
 
posts recentes

Jornal da Fraternidade - ...

Jornal da Fraternidade - ...

FESTA DA FRATERNIDADE 201...

GREVE GERAL

Comunicado do PCP/TAIPAS ...

Centenário de Álvaro Cunh...

José Manuel Torcato Ribei...

Delegação da CDU encontro...

Derrotar este governo e e...

Jornal da Fraternidade - ...

VIVA O 1.º de MAIO

IX Assembleia da Org. Reg...

IX Assembleia da Org. Reg...

25 de Abril sempre!

IX Assembleia da Org. Reg...

IX Assembleia da Org. Reg...

IX Assembleia da Org. Reg...

Jerónimo de Sousa na vila...

Sessão Cultural Evocativa...

Centenário do nascimento ...

arquivos

Abril 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

subscrever feeds