Terça-feira, 22 de Junho de 2010
A "treta" da crise

"A crise não afectou tudo e todos. De acordo com o relatório mundial de riqueza, o número de pessoas com grandes fortunas cresceu 17% em 2009 e os ricos estão ainda mais ricos. De acordo com o 14º relatório mundial de riqueza, elaborado pelo Merrill Lynch e pela Capgemini e publicado hoje, o número de particulares com grandes fortunas aumentou 17,1%, para as 10 milhões de pessoas, em 2009 face ao ano anterior.

Além de haver mais ricos no mundo, as suas fortunas também aumentaram.

Segundo o mesmo documento, a riqueza das 10 milhões de pessoas com mais de um milhão de dólares para investir subiu 18,9% para os 39 biliões de dólares em 2009. O montante compara com os 32,8 biliões de 2008 e com os 40,7 biliões registados há dois anos.

Por seu turno, o número de particulares com mais de 30 mil milhões de dólares para investir viram as suas fortunas "engordar" em 21,5% no ano passado..."

In: Diário Económico de 22-06-2010

 

Quando se diz que a crise toca a todos, e se pede aos trabalhadores e ao povo mais e mais sacríficios.

Quando ao abrigo desta "treta" a que chamam crise, se leva a cabo a maior destruição de que há memória do Estado social.

Quando ao abrigo desta "treta" a que chamam crise, se tentam descaradamente eliminar quase todos os direitos laborais de quem trabalha.

Ou seja, quando ao abrigo desta "treta" a que chamam crise se tenta fazer retroceder a sociedade e as relações sociais e laborais ao século XIX, vale a pena olhar para esta esta notícia e perceber claramente em nome de quem é que a bandeira da crise se mantém levantada à tanto tempo, e em nome de que interesses ela se manterá levantada nos próximos anos.



publicado por org. pcp-taipas às 23:21
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 21 de Junho de 2010
OBRIGADO, SARAMAGO!
Mas quando nos julgarem bem seguros,/ cercados de bastões e fortalezas,/ hão-de ruir em estrondo os altos muros/ e chegará o dia das surpresas. (ouvindo Beethoven, de Jose Saramago)


publicado por org. pcp-taipas às 16:31
link do post | comentar | favorito

Domingo, 20 de Junho de 2010
José Saramago

 

 

 

 

"...A sua obra e os seus principais dispositivos narrativos – um tipo de frase dita a vários, a expressão inovadora de um ritmo oral na escrita, um narrador que não se limitou a narrar mas a participar activamente, a restituir a história àqueles que são ignorados muitas vezes pela historiografia oficial, o seu questionamento, o seu espanto e indignação face as multifacetadas opressões no tempo que vivemos - são marcas impressivas do seu compromisso ético e político que, até ao fim da vida, o uniu aos explorados e oprimidos.
Usando e desenvolvendo a sua obra para fazer humanos todos os sentidos do homem, pela sua vida perpassa o ideal de um protagonista de Abril, que encontrou no seu Partido, no Partido Comunista Português, que quis que fosse o seu até ao fim da sua vida, um ideal mais avançado.

 

...José Saramago sabia que a sua obra e a sua luta seriam sempre algo inacabado. Mas que tinha valido a pena. Valeu sim! É por isso que, para além do sentimento da perda, lhe fazemos uma homenagem sincera que não se quedará neste dia e neste ano da sua morte, fazendo-o como melhor sabemos fazer: prosseguindo o seu ideal...

Excerto da Intervenção de Jerónimo de Sousa na cerimónia fúnebre de José Saramago

  

E foram muitos a reafirmar, hoje, no Cemitério do Alto de São João:

«SARAMAGO, A LUTA CONTINUA!»



publicado por org. pcp-taipas às 23:58
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Junho de 2010
Coerência e consistência, segundo o Sr. Professor...

 

Opinião de...

* Dimas Nogueira

No passado dia 23 de Maio, a emissão da TVI ficou marcada pelo regresso do Professor Marcelo Rebelo de Sousa às suas crónicas semanais, integradas no programa "Jornal Nacional". Na óptica do comentador, não poderia existir melhor ocasião para este regresso, já que, e como todos sabemos, não faltam matérias para comentar, e nesse sentido, o Prof. Marcelo soube gerir muito bem o timing para o efeito; de tal forma, que não resisti a ouvir e ver o que o Sr. Professor tinha para dizer.

 

Júlio Magalhães foi o pivot de serviço, sem direito a muitas questões, porque o tempo urge, e os comentários são sempre extensos, ao bom estilo de quem usa o comentário como forma de protagonismo.

A certa altura, Júlio Magalhães, pede um comentário sobre a moção de censura recentemente apresentada pelo PCP. O comentário foi mais uma vez extenso, porém, surpreendentemente o Professor afirmou por duas vezes, e passo a citar: "O PCP é muito coerente e consistente!". Se esta afirmação fosse proferida por um qualquer cidadão trabalhador que todos os dias vê os seus direitos ameaçados, não causaria surpresa alguma, apenas revelaria estar atento. Porém, o autor da frase, é "apenas" um dos notáveis da direita em Portugal.

Não podemos esquecer que o Professor Marcelo foi, em tempos, líder do PSD, e neste momento só não o é, porque não quis, talvez se o fosse, jamais usaria desta franqueza.

Apontar um partido como coerente e consistente, é reconhecer-lhe credibilidade, e este conjunto de adjectivos não se adapta minimamente (como sabemos) a nenhum outro partido. Talvez por isso, nunca se tenha ouvido nenhum comentário semelhante atribuído a outra força politica, digo eu...

 

marcelo.jpg

 

Na foto acima, podemos observar o olhar do Professor repleto de esperança, gesticulando energicamente, como que a dizer-nos: "Falta um bocadinho assim...".

 

Falta um bocadinho assim... para que o PCP deixe de ser discriminado na comunicação social, que é fazedora de opinião deturpada, responsável pela ausência de opinião do público a que se destina formatar; uma comunicação social virada para as telenovelas, futebol, e outros programas ou espaços sem qualquer conteúdo.

 

Falta um bocadinho assim... para que o PCP tenha finalmente a visibilidade que os seus quase 90 anos de história e de luta merecem.

 

Falta um bocadinho assim... para que o PCP seja encarado como uma real alternativa de governo.

 

Falta só um bocadinho assim, camaradas! Coerência e consistência, já temos! Segundo o Sr. Professor...

 

* Membro da Comissão de Freguesia de Caldelas do PCP



publicado por org. pcp-taipas às 09:16
link do post | comentar | favorito

   INTERVENCOES & COMUNICADOS

   FRATERNIDADE

 

  

   PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS

   DORBRAGA

   JORNAL AVANTE

   O MILITANTE

   EDICÕES AVANTE

   RÁDIO COMUNIC

 

  

  
pesquisar
 
posts recentes

Jornal da Fraternidade - ...

Jornal da Fraternidade - ...

FESTA DA FRATERNIDADE 201...

GREVE GERAL

Comunicado do PCP/TAIPAS ...

Centenário de Álvaro Cunh...

José Manuel Torcato Ribei...

Delegação da CDU encontro...

Derrotar este governo e e...

Jornal da Fraternidade - ...

VIVA O 1.º de MAIO

IX Assembleia da Org. Reg...

IX Assembleia da Org. Reg...

25 de Abril sempre!

IX Assembleia da Org. Reg...

IX Assembleia da Org. Reg...

IX Assembleia da Org. Reg...

Jerónimo de Sousa na vila...

Sessão Cultural Evocativa...

Centenário do nascimento ...

arquivos

Abril 2014

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

subscrever feeds